Minha foto
Aracaju, Sergipe, Brazil
Sou uma terapeuta ericksoniana; trabalho com Psicoterapia Breve, utilizando, sob medida para cada pessoa, técnicas de Hipnose e Arteterapia. Sou também doula: acompanho gestantes durante o pré-natal, parto e pós-parto. Qualquer dúvida e interesse, entre em contato! Terei o maior prazer em poder ajudar. :)

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Em ritmo de galope


Em seu livro Imagery in healing, Jeanne Achterberg (1985) oferece ótimos exemplos das maneiras nas quais as expectativas influenciam o resultado no campo médico/físico (quem dirá no médico/psicológico). Ela relata uma história do livro de Norman Cousins, The healing heart, sobre um paciente criticamente doente, cujo músculo cardíaco estava irreparavelmente comprometido e com quem já haviam se esgotado todos os recursos terapêuticos. Durante as visitas seu médico mencionou à equipe que o paciente tinha um batimento cardíaco em ritmo de galope, na verdade um sinal de patologia importante. Vários meses mais tarde, o paciente foi fazer o check-up e sua recuperação havia sido fantástica. Ele contou ao seu médico que sabia o que havia feito com que ele melhorasse e exatamente quando isso ocorreu:

"Na quinta-feira, pela manhã, quando você entrou com sua equipe, aconteceu algo que mudou tudo. Você escutou meu coração; parecia satisfeito com o que ouviu e disse a todos que estavam em volta do meu leito que eu tinha um batimento cardíaco em ritmo de galope, logo supus que eu deveria ter um coração muito forte e, portanto, não poderia estar morrendo. Soube naquele instante que iria me recuperar."

Texto extraído de "Hipnose e Psicoterapia Breve - Módulo Básico - Instituto Erickson de Maceió"

Fonte: http://sanidadeinsana.blogspot.com/2010/08/em-ritmo-de-galope.html

4 comentários:

  1. hihihi

    mt legal essa história! mas isso eh o q? psicologia ? ou medicina?

    hohoho
    ;)

    ResponderExcluir
  2. Os dois! Os dois andam juntos, de mãos dadas. É o marido e a mulher. rsrsrrs

    ResponderExcluir
  3. "As emoções estão intimamente ligadas às imagens. Toda emoção pode se manifestar por uma imagem. Uma imagem é a expressão mental de um sentimento. Mas há também uma expressão física, as sensações. Não existem imagens sem sensações que as acompanhem. No tabalho com imagens, você as utiliza para mudar suas emoções ou sensações, pra criar e afetar suas experiências. Ao trabalhar suas imagens e modificá-las, estará atuando nas sensações e emoções que a acompanham." (Geraldo Epstein, MD. Imagens que Curam)

    ResponderExcluir
  4. Adorei a citação, Marcelo! Obrigada! :)

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails